Mineração Vale Verde adquire novos equipamentos e serviços de terraplenagem

Após a recente aquisição de importantes equipamentos para o Projeto Serrote – como o moinho de bolas (11MW), hidrociclones e bombas da moagem – a Mineração Vale Verde (MVV) confirmou, no dia 24 abril, a compra do sistema de britagem, dos transportadores de correia e a contratação dos serviços de terraplenagem para o empreendimento.

Os parceiros selecionados foram: Metso (britadores de mandíbulas e de cone e peneiras vibratórias), Koch do Brasil (transportadores e alimentadores de correia) e ou construtora Terraço (serviços de terraplenagem). O anúncio ocorreu na unidade da MVV em Belo Horizonte (MG).

Esses equipamentos são fundamentais para o Projeto, que terá capacidade de processar aproximadamente 4(quatro) milhões de toneladas de minério de cobre por ano.

O gerente geral da MVV, Tony Lima, destacou a importância das aquisições: “A MVV se alegra com mais um grande e importante passo do Projeto Serrote rumo à sua operação. Parabenizamos a Metso, Koch do Brasil e Terraço por esta parceria e agradecemos a confiança depositada no empreendimento. Alagoas merece o nosso melhor”, destaca.

Com essas contratações, a empresa planeja o início das atividades de construção para junho de 2019. O investimento previsto na implantação do Projeto Serrote é de aproximadamente R$ 700 milhões e a previsão é de geração de até 1.200 empregos diretos e indiretos durante o pico da construção em 2020.

Localizada a 150 km de distância da capital alagoana, a MVV é considerada pelo governo do Estado como um marco na geração de renda e no desenvolvimento da região Agreste de Alagoas

Representantes das empresas contratadas e da MVV celebram parceria

Deixe uma resposta